ELEIÇÕES NO SINTHORESP

Análise de uma notícia:

Não devemos acreditar que pessoas sensatas como: Miguel Torres, Juruna, Melquíades Araújo, Antonio Ramalho, Danilo, Serginho, Pereira, Roberto Sargento, Ruth e Gonçalves, etc., concordem que a FORÇA SINDICAL venha apoiar a chapa de oposição no SINTHORESP, considerado o fato de que em nosso grupo há vários sindicatos  filiados à essa Central, como por exemplo: Santo André, cujo presidente Valter Ventura é figura de destaque na Central; Campinas e Franca, cujos presidentes,  Orides e  Francisco Carlos, tem cargos na central; Ribeirão Preto, Presidente Paulo Donizette; Votuporanga, presidente Celso; Barreto, presidente Ivair; São Bernardo, com o presidente Luiz Parente. Todos eles nossos fiéis companheiros de longa data e que lutaram conosco contra a exploração de trabalhadores do setor de FAST-FOOD, liderado pela McDonald’s que sofreu uma volumosa condenação ao pagamento de diferenças salariais da ordem de duzentos milhões de reais. O desejo das empresas desse setor é criar SINDIFASTs em todo o território nacional. Dai a razão em quererem derrubar a atual diretoria do SINTHORESP que é seu maior obstáculo. Ora, isso prejudica os sindicatos coirmãos do SINTHORESP. Logo, não depende de gostar ou não gostar de nós outros. Todos estariam dispostos até a se desfiliarem da Força, se ela apoiasse a chapa de oposição que é aliada do pessoal de Refeições Coletivas e do SINDIFAST de São Paulo já denunciados como entidades defensoras de interesse das empresas desse setor.

Conclusão: para a chapa de oposição uma vergonhosa covardia e traição aos trabalhadores; para a FORÇA SINDICAL, seria um mau negócio, pois correria o risco de perder muitos sindicatos pelo Brasil a fora, além de ficar com a pecha de pretender beneficiar empresas multinacionais exploradora de nossa mão de obra jovem. Significa que a notícia de que a FORÇA SINDICAL estaria contando com uma medida liminar encomendada que autorize o registro de uma chapa escandalosamente irregular, não nos deve parecer aceitável. Quem poderá está realmente em conluio com nossos opositores são apenas os elementos filiados à Força Sindical, oriundos do setor de fast food e refeições coletivas e as empresas desse mesmo setor. Porém, estaremos preparados para o que vier e sempre confiantes em nossos companheiros da categoria que conhecem o nosso trabalho.

São Paulo, 29 de outubro de 2013

Francisco Calasans Lacerda  – presidente do Sinthoresp.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *