Pesquisa prevê criação de 35 mil postos de trabalhos temporários

dia-mundial-do-turismo-526x302

 

Levantamento feito para o verão de 2015 ainda aponta que época é responsável por 72% da oferta anual de vagas temporárias no turismo

A Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) prevê a criação de 35,5 mil postos de trabalho temporários no setor de turismo em todo o País, no verão de 2015. A instituição baseia os números em uma pesquisa divulgada nessa terça-feira (27).

O presidente do Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur), Vicente Neto, comemora o resultado e destaca o favorecimento do setor no País. “De acordo com a CNC, o verão é responsável pela geração de 72% da oferta anual de vagas temporárias no turismo brasileiro. Os dados mostram a importância do Turismo para o fortalecimento da economia do Brasil”, ressalta.

Ainda de acordo com a pesquisa, o aumento da oferta representa crescimento de 1,1% em relação ao mesmo período do ano passado. Além disso, a confederação projeta um aumento de 3,6% na média do salário oferecido aos trabalhadores.

O segmento do setor que mais deve abrir postos de trabalho é o de alimentação fora do lar, que inclui bares e restaurantes, e é responsável por mais da metade (53,4%) das vagas criadas, o que equivale a 18,9 mil postos. Em seguida, está o setor de hospedagem (pousadas, HOTÉIS e similares), com 30,7% do total de empregos no turismo no período, gerando 10,9 mil vagas.

Já os que deverão oferecer maiores remunerações são os de transportes (R$ 1.561), serviços culturais (R$ 1.395) e de hospedagem (R$ 1.065). Bares e restaurantes deverão ofertar salário médio de R$ 971.

Perfil

O estudo feito pela CNC traça um perfil da mão de obra no setor de turismo segundo a faixa etária e o grau de instrução, lista os profissionais mais demandados e demonstra como está a ocupação no turismo segundo as regiões geográficas.

A pesquisa também traça o perfil do trabalhador no turismo. De acordo com a CNC, o Nordeste ultrapassou a região Sul do País e concentra 15,8% dos empregados no turismo brasileiro, contra 15,1% de seis anos atrás. A região Sudeste ainda concentra mais da metade dos trabalhadores do setor (58,0%). Os dados são de 2013.

Fonte:

Instituto Brasileiro de Turismo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *