SECHOTEL lidera greve no Blue Mountain Hotel, em Campos do Jordão

 

1

Funcionários do Blue Mountain Hotel & SPA, localizado em Campos do Jordão, estão desde sexta-feira de braços cruzados. Eles entraram em greve depois de uma assembleia realizada pelo SECHOTEL (Sindicato dos Trabalhadores em Hotéis, Bares e Assemelhados de Campos do Jordão e Região). A greve tem o apoio da FETRHOTEL.

Segundo o presidente do sindicato Antônio Arlindo da Silva, o hotel tem cerca de 90 funcionários, 60% estão parados.
Os funcionários vêm enfrentando problema desde o ano passado, quando a empresa deixou de pagar o FGTS referente aos anos de 2013 e 2014, de conceder a cesta básica e atrasou o pagamento dos salários.
Diante disso, o sindicato fez uma mesa redonda no Ministério do Trabalho e Emprego, na qual a empresa assinou um TAC (Termo de Ajustamento de conduta). No começo deste ano a empresa descumpriu o TAC e voltou a deixar de pagar os funcionários.
Segundo o presidente do SECHOTEL, os trabalhadores não receberam o pagamento de salário do mês de janeiro, as cestas básicas e também não receberam o vale mensal.
“Não tivemos outra alternativa. Fizemos uma assembleia na quarta-feira e entramos em estado de greve. A empresa não deu retorno, então, na sexta-feira, a greve foi decretada”, disse o presidente.
Segundo ele, a greve já foi protocolizada no TRT (Tribunal Regional do Trabalho) e deverá durar até que a empresa atenda as reivindicações dos trabalhadores.
Os funcionários estão fazendo vigília na porta do hotel. A paralisação recebeu o apoio da FETRHOTEL por meio do tesoureiro da entidade, Antônio Luiz de Souza (o Jandaia) que esteve presente na porta do hotel apoiando os trabalhadores. Sindicatos da região de Campos do Jordão também estão dando apoio ao movimento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.